22 de maio de 2011

Tive um cachorro muito especial... Saudades Fofo.




Eu tinha mais ou menos uns três anos de idade quando ganhei esse cachorro que esta comigo na foto (acima).
De todos os filhotes da ninhada ele era o mais gordinho. Foi meu avô quem o trouxe para casa, e eu adorei quando vi aquele filhote tão pequeno e tão fofinho, que de tão fofinho recebeu o  nome de "Fofo".
Depois de um ano aquele filhote tão pequeno havia se tornado um "cachorrão" com instinto de "cão de guarda" mas que nunca deixou de ser um cachorro dócil, companheiro e fofo que adorava brincar de bola.
Me diverti muito brincando com ele... Crescemos juntos. O Fofo está em todas as lembranças da minha infância...

O tempo passou e o Fofo foi envelhecendo, parou de brincar, começou a ter dificuldade para ficar de pé e andar, precisou de cuidados e de muito carinho. Como todo idoso os cachorros também ficam muito carentes nessa fase da vida.

Hoje faz um ano que o Fofo se foi, mais a lição de amizade e companheirismo que ele me passou ficarão para sempre comigo.
Os seres humanos deveriam se permitir aprender mais com os animais, eles tem muito a nos ensinar...
Os animais são criaturas puras, sinceras e muito mais leais que os humanos.


"somente pessoas de espírito evoluído conseguem compreender a grandeza do amor aos animais"